Última hora

Última hora

Continua sem resolução o diferendo fronteiriço entre a Croácia e a Eslovénia

Em leitura:

Continua sem resolução o diferendo fronteiriço entre a Croácia e a Eslovénia

Tamanho do texto Aa Aa

Ainda não foi desta que chegou a bom porto, o acordo entre a Croácia e a Eslovénia sobre o diferendo fronteiriço que divide as duas antigas repúblicas jugoslavas.

Os chefes da Diplomacia dos dois países não aprovaram, esta segunda-feira, a proposta apresentada pela União Europeia, que garante o acesso directo da Eslovénia às águas internacionais. O objectivo do comissário para o Alargamento, Olli Rehn, é chegar a um acordo que ponha fim ao diferendo antes da cimeira europeia desta quinta e sexta-feira. O comissário fez agora certos “ajustes” à proposta inicial. Os ministros dos dois países vão fazer novas consultas internas e o comissário tenta manter o optimismo. Se as consultas internas avançarem, uma reunião entre os chefes de governo dos dois países poderá ser organizada, quinta-feira, à margem da cimeira. A Croácia é candidata à União Europeia e espera aderir em 2011. Mas a sua candidatura está bloqueada, por causa da fronteira marítima com a vizinha Eslovénia, membro da União Europeia desde 2004.