Última hora

Última hora

Obama e UE reagem distúrbios pós-eleitorais iranianos

Em leitura:

Obama e UE reagem distúrbios pós-eleitorais iranianos

Tamanho do texto Aa Aa

A contestação popular nas ruas do Irão está a concentrar as atenções da comunidade internacional. O presidente norte-americano Barack Obama reagiu aos acontecimentos pós-eleitorais iranianos.

“Estou profundamente perturbado pelo que vi na televisão. Acho que o processo democrático, a liberdade de expressão, a possibilidade das pessoas discordarem de forma pacífica – esses valores universais – precisam ser respeitados”, declarou. Obama não fez referência ao processo eleitoral iraniano ao contrário do ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, David Milliband. “Nós vemos as implicações dos eventos recentes no Irão com muita preocupação. As muito sérias dúvidas levantadas sobre a justeza do processo de contagem eleitoral são naturalmente uma preocupação maior para muitas pessoas no Irão”, disse. No Luxemburgo, os chefes da diplomacia da União Europeia adoptaram uma posição conjunta sobre os protestos. Anunciaram estar inquietos com a violência empregue contra manifestantes pacíficos e pediram a Teerão que investigue as alegadas irregularidades no processo eleitoral.