Última hora

Última hora

Descontemento regressa à rua no Irão

Em leitura:

Descontemento regressa à rua no Irão

Tamanho do texto Aa Aa

As ruas de Teerão devem ser palco de nova manifestação. Está previsto mais um desfile de protesto contra o resultado das eleições presidenciais.

A vitória do presidente Mahmoud Ahmedinejad é contestada pelos três candidatos derrotados. O Conselho dos Guardiões considera actualmente a possibilidade de uma recontagem parcial dos votos mas o resultado do escrutínio não vai ser alterado.

Mir Hossein Mousavi era o candidato da esperança. Por isso os 34 por cento dos votos que lhe são atribuídos pelo regime do Ayatollah Ali Khamenei não convencem ninguém na oposição reformista. Mousavi apelou aos apoiantes para amanhã se manifestarem pacificamente ou se deslocarem às mesquitas esta quinta-feira de forma a prestar uma homenagem aos sete iranianos que morreram na segunda-feira em confrontos com elementos fiéis do regime.

As autoridades apertaram as malhas da censura. Os jornalistas estrangeiros foram qualificados de porta-vozes dos amotinados e proibidos de trabalhar. E quem regista imagens com os telemóveis corre agora um risco enorme como explica Jean-Francois Juillard, secretário-geral da ONG Repórteres Sem Fronteiras.

Os telemóveis e a internet têm sido o meio privilegiado para os manifestantes comunicarem entre si. A primeira rede de telecomunicações móveis do país tinha sido cortada na terça-feira mas o funcionamento foi restabelecido hoje de manhã.