Última hora

Última hora

Infanticida francesa condenada a oito anos de prisão

Em leitura:

Infanticida francesa condenada a oito anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

Véronique Courjault foi condenada a oito anos atrás das grades por ter matado três recém-nascidos entre 1999 e 2003, arriscava-se a ser condenada a prisão perpétua.

Courjault de 41, confessou ter estrangulado os bebés, um em França e os outros dois na Coreia do Sul, onde o marido trabalhava. Jean Louis Courjault nunca se apercebeu do que se passava. O próprio descobriu dois cadáveres das crianças no congelador, onde a mulher os colocou. O tribunal de Indre-et-Loire, no centro de França, inocentou-o e rejeitou a tese de que Veronique sofria do síndrome de negação de gravidez. Psicólogos e psiquiatras estão divididos quanto aos verdadeiros motivos dos crimes.