Última hora

Última hora

Governo iraniano chama terroristas aos manifestantes

Em leitura:

Governo iraniano chama terroristas aos manifestantes

Tamanho do texto Aa Aa

A manifestação de sábado em Teerão foi um verdadeiro desafio ao Guia Supremo, o ayatolah Ali Khamenei e acabou em sangue. Autoridades iranianas acusaram os manifestantes de serem “terroristas” e avisaram que se a situação continuar vão endurecer a repressão.

As forças de segurança ajudadas pelas milícias do regime, os grupos Basij, travaram com violência os protestos dos apoiantes da oposição mantidos nas últimas horas na capital. As consequências e as proporções dos confrontos são ainda confusas as autoridades iranianas fazem barreira aos jornalistas estrangeiros e tentam controlar a informação. A televisão estatal iraniana anunciara esta manha a existência de uma dezena de mortos no incêndio de uma mesquita e uma centena de feridos informação desmentida depois pela mesma televisão. Horas antes a iraniana Press TV dera conta de treze mortos. A mesma fonte adianta que os “revoltosos” incendiaram duas bombas de gasolina e atacaram um posto militar. A agência de informação iraniana anunciou também hoje que dezenas de apoiantes da oposição no exílio foram detidos entre os quais a filha do antigo presidente moderado Rafasanjani.