Última hora

Última hora

A Rússia poderá ter de rever estratégia para o Caucaso

Em leitura:

A Rússia poderá ter de rever estratégia para o Caucaso

Tamanho do texto Aa Aa

Moscovo parece longe de encontrolar a rebelião na República caucasa da Inguchétia. O presidente da Inguchétia, Yunus-Bek Evkurov, ficou ferido esta segunda-feira vítima de um atentado bombista, o seu motorista foi morto e dois dos guardas-costas presidenciais ficaram feridos.

Segundo uma versão, um carro fortemente armadilhado explodiu à passagem das viaturas do cortejo presidencial por um dos bairros de Nazran, a maior cidade inguche. Segundo outra, o atentado terrorista foi realizado com uma mina. O Ministério do Interior da Inguchétia anunciou que a explosão feriu o Presidente inguche, o seu irmão e um dos seguranças, que foram internados num hospital. As autoridades não duvidam que se tratou de um atentado realizado pela guerrilha separatista islâmica que actua no Norte do Cáucaso russo. A guerrilha islâmica luta pela separação do Cáucaso do Norte da Rússia, desenvolvemdo uma guerra na Inguchétia, Daguestão, Tchetchénia e Cabarino-Balcária. O dirigente russo Demitri Medidev encarregou o primeiro-ministro da Inguchtétia de reforçar as medidas de segurança. Medvediev reuniu-se ontem com o presidente da Tchechénia Ramzan Kadirov a quem pediu que neutraliza todos os grupos radicais existentes na regiao. Kadirov disse que prometeu ao presidente que todos “os terroristas serão aniquilidados onde quer que se escondam”.