Última hora

Última hora

Calma regressa ao centro de Teerão

Em leitura:

Calma regressa ao centro de Teerão

Tamanho do texto Aa Aa

Aparentemente tudo está calmo no Irão. Mas esta tarde ouviram-se tiros em dois bairros do norte da capital iraniana, uma zona onde se concentram grande parte dos apoiantes de Mirhossein Musavi.

Moussavi, derrotado nas eleições presidenciais iranianas, afirmou este Domingo que protestar contra a “fraude” é um “direito do povo” mas apelou à “moderação”. Numa declaração publicada no seu site, o ex-primeiro-ministro referiu que está de luto pelas mortes registadas sábado na manifestação. Os defensores do líder da oposição manifestam-se desde a reeleição do Presidente iraniano. Este Sábado a polícia respondeu com granadas de gás lacrimogéneo e bastonadas. Imagens gravadas por cidadãos e enviadas para as agências via internet mostram a tensão e violência que se vive no país. Trata-se do nono dia consecutivo de contestação. Três jornalistas iranianos foram detidos juntando-se assim aos trinta e três que estão presos desde o início dos confrontos. Segundo um canal de televisão local a polícia iraniana prendeu, este Domingo, e posteriormente libertou membros da família do ex-presidente. Apenas uma das filhas permanece detida. Entretanto o Presidente reeleito acusa de ingerência o Reino Unido e os Estados Unidos e exige que deixem de meter-se em assuntos que só dizem respeito ao Irão.