Última hora

Última hora

Menos mortes nas estradas europeias

Em leitura:

Menos mortes nas estradas europeias

Tamanho do texto Aa Aa

Os números da segurança rodoviária na Europa apresentam melhorias, embora o objectivo a que Bruxelas se propôs, de reduzir para 27,200 mortos em 2010, seja quase impossível de atingir.

No ano passado morreram 39 mil pessoas nas estradas do velho continente, o que representa uma descida de 8,5 por cento em relação a 2007. Os países com estradas menos seguras são a Grécia, Roménia, Polónia e Lituânia e Malta. A Suécia, a Holanda, o Reino Unido lideram o grupo dos bons alunos, seguidos de Portugal, da França, da Bélgica e da Espanha, antigos maus exemplos. Os dados, avançados pelo Conselho Europeu para a Segurança Rodoviária, indicam que no espaço europeu morrem 79 pessoas por cada milhão de habitantes no ano passado, contra 113 mortes em 2001. No topo da lista dos países menos mortais regista-se, em média, 50 mortes por milhão de habitantes.