Última hora

Última hora

Agressões racistas contra familias romenas em Belfast

Em leitura:

Agressões racistas contra familias romenas em Belfast

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de cem pessoas tiveram de refugiar-se numa igreja e mesmo assim os vidros partidos testemunham a violência dos ataques.

As famílias decidiram entretanto regressar à Roménia mas o aumento deste tipo de agressões não deixa de inquietar os políticos norte irlandeses. O êxodo das famílias mobilizou toda a classe política norte-irlandesa, assim como representantes comunitários e organizações humanitárias, que trabalham agora para reforçar a segurança que permita a estes romenos permancerem no país. O vice-primeiro da Irlanda do Norte ministro Martin Mc Guiness denunciou “os criminosos racistas” que considerou “predadores da sociedade” em relação aos elementos mais fracos é o que explica o sucesso dos partidos nacionalistas nas eleições europeias”. A Polícia norte-irlandesa prendeu recentement dois menores supostamente envolvidos nestes ataques que provocaram a fuga de mais de 20 famílias romenas de étnia cigana de suas residências no sul de Belfast. As forças de segurança também trabalham para identificar os responsáveis ligados a grupos de extrema direita.