Última hora

Última hora

Polícia dá golpe na ETA

Em leitura:

Polícia dá golpe na ETA

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia espanhola terá dado mais um golpe na ETA. Numa operação levada a cabo de madrugada e coordenada pelo juiz Baltazar Garzon três pessoas suspeitas de pertencerem à organização separatista foram detidas.

Olatz Lasabaster, Patxi Uranga e Ainara Vasquez foram interpelados nas localidades bascas de Usurbil e Astigarraga. As autoridades apreenderam 75 quilos de substâncias usadas na fabricação de explosivos, 25 metros de rastilho e diverso material informático. O governo contrariou a ideia divulgada pelos Media espanhóis sobre a eventual ligação a atentados contra o projecto de construção do comboio de alta velocidade. António Camacho, secretário de Estado do ministério do Interior espanhol referiu que “detiveram membros de um comando armado em condições de actuar e que por isso foi evitado dor e sofrimento aos cidadãos”. As detenções surgem quatro dias depois do ataque que vitimou um oficial de unidade antiterrorista da polícia mas de acordo com a polícia não existe relação entre os dois casos. O primeiro-ministro espanhol jurou este fim-de-semana que vai dar luta sem tréguas à ETA acusada de ser responsável pela morte de mais de 800 pessoas em 40 anos de combate armado.