Última hora

Última hora

Ismail Kadaré vence Prémio Príncipe das Astúrias

Em leitura:

Ismail Kadaré vence Prémio Príncipe das Astúrias

Tamanho do texto Aa Aa

O prémio Príncipe das Astúrias das Letras 2009 foi hoje atribuído ao escritor albanês Ismail Kadaré.

A denúncia do totalitarismo é uma das preocupações centrais do autor de “O general do Exército Morto”. Além do galardão, o romancista, poeta e ex-jornalista leva para casa um prémio de cinquenta mil euros. O presidente do júri apresentou as razões da escolha: “Ismail Kadaré narra com uma linguagem do quotidiano, mas cheia de lirismo, a tragédia do seu país, campo de contínuas batalhas. Dá vida aos velhos mitos com palavras novas e exprime a profunda tristeza e a carga dramática da consciência”. Nascido na Albânia em 1936, viveu a segunda guerra mundial, a ocupação pela Itália fascista, a Alemanha nazi a União Soviética até à instauração da ditadura de Enver Hoxha. Na década de 1990, para fugir à perseguição política, pediu asilo a França, juntamente com a mulher. Desde então vive em Paris. A sua obra encontra-se traduzida em mais de quarenta línguas.