Última hora

Última hora

Guerra mediática e política sem fim à vista em Itália

Em leitura:

Guerra mediática e política sem fim à vista em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

O grupo editorial l’Espresso, proprietário do diário La Reppublica, anunciou que vai processar Silvio Berlusconi, por declarações difamatórias.

Em causa estão palavras do primeiro-ministro que acusou o grupo de ser “um projecto subversivo” e de estar por detrás dos escândalos que o envolvem. Entretanto vão surgindo mais revelações. Uma jovem modelo descreveu alguns episódios das famosas e polémicas festas de Berlusconi. “Eu e as outras raparigas fomos levadas para os quartos de hotel, como tinha sido combinado. Concordámos estar presentes no jantar, no final do jantar e depois (tivémos) uma boa noite de sono. E no dia seguinte tínhamos que sair, e foi isso que eu fiz. (…) ela ficou e estava implícito que era uma acompanhante. (…) Ela disse-me que passou a noite inteira com o primeiro-ministro, e que fizeram sexo”, disse a modelo Barbara Montereale num entrevista gravada em vídeo. Silvio Berlusconi apressou-se a desmentir o conteúdo destas afirmações e diz estar a ser alvo de uma campanha. Por seu lado a imprensa católica também começa a questionar e pedir esclarecimentos sobre os escândalos que envolvem o chefe do Governo italiano.