Última hora

Última hora

Heroína e cocaína em baixa no mercado mundial

Em leitura:

Heroína e cocaína em baixa no mercado mundial

Tamanho do texto Aa Aa

O mercado mundial das principais drogas ilegais está em declínio.

A conclusão consta de um relatório anual das Nações Unidas que por outro lado também regista um aumento do consumo de drogas sintéticas nos países em desenvolvimento. “Os mercados para as três principais drogas, cocaína, heroína, basicamente os opiáceos, e a canábis estão em declínio e com tendência a manter a descida, tanto em termos de consumo, tráfico ou do uso excessivo” disse Antonio Maria Costa, responsável da ONU. Com uma estimativa de 167 milhões de consumidores, a marijuana ou a canábis continuam a ser as drogas mais utilizadas em todo o mundo e são mais prejudiciais do que se julga. O cultivo de ópio registou o ano passado uma quebra de 19 % no Afeganistão, país onde se produz a maior quantidade daquele estupefaciente. Na Colômbia, onde é produzida metade da cocaína mundial, a produção caiu 28%. Apesar destes números, existem 28 milhões de consumidores das chamadas drogas duras em todo o mundo. Pessoas em risco de se tornarem física ou psicologicamente dependentes. O mercado de drogas tem um custo anual estimado em cerca de 320 mil milhões de dólares.