Última hora

Última hora

Supremo anula absolvição de réus no caso Politkovskaya

Em leitura:

Supremo anula absolvição de réus no caso Politkovskaya

Tamanho do texto Aa Aa

Reviravolta no processo da morte da jornalista russa Anna Politkovskaya.

O supremo tribunal russo anulou a absolvição dos três suspeitos do assassinato da jornalista crítica do Kremlin. A mais alta instância jurídica russa ordenou um novo julgamento depois do Ministério Público ter recorrido da sentença, alegando irregularidades processuais. Os dois irmãos chechenos e o antigo agente da polícia foram ilibados em Fevereiro. Num processo separado, um ex-agente dos serviços secretos, o FSB, acusado de ter fornecido informações sobre o paradeiro da jornalista também foi declarado inocente. Anna Politkovskaya foi baleada mortalmente em frente ao seu apartamento a 7 de Outubro de 2006, em Moscovo. A repórter era autora de reportagens bastante contundentes sobre a actuação do Kremlin na Chechénia. Denunciava graves violações dos direitos humanos. A morte da conceituada jornalista originou várias manifestações em sua memória e suspeitas de envolvimento das autoridades. Cânticos como “O Kremlin matou a liberdade de expressão” ecoaram por diversas vezes nas ruas da capital. Politkovskaya, mãe de fois filhos, tinha 42 anos.