Última hora

Última hora

Manifestação em Calais pela liberdade de movimentos

Em leitura:

Manifestação em Calais pela liberdade de movimentos

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de simpatizantes do movimento “Sem Fronteiras”, ligado à esquerda, tomaram as ruas de Calais, no norte de França, este sábado, para protestar. Os manifestantes querem melhores condições de vida para os imigrantes clandestinos na cidade. Um deles indicou que se pretende chamar a atenção para o facto de as fronteiras não deverem existir: “Queremos um mundo sem estados, onde as pessoas podem movimentar-se de rorma livre”. Calais é um ponto nevrálgico da imigração clandestina do continente europeu para o Reino Unido. Os manifestantes deslocaram-se não só de França, mas também da Bélgica, de Inglaterra, da Holanda e da Alemanha. Desde 2002, quando o centro de acolhimento da Cruz Vermelha em Calais foi mandado encerrar pelo então ministro Nicolas Sarkozy que centenas de imigrantes, nomeadamente afegãos, eritreios, iraquianos e somalis, erram pelas ruas da cidade. E muitos tentaram, em vão, atravessar o túnel da Mancha a pé. O movimento “Sem Fronteiras” exige às autoridades dos dois lados do Canal da Mancha um “tratamento humano” para os clandestinos que aguardam em Calais uma oportunidade para mudar de vida.