Última hora

Última hora

Eleição crucial para a chefe de Estado da Argentina

Em leitura:

Eleição crucial para a chefe de Estado da Argentina

Tamanho do texto Aa Aa

O país renova este domingo metade da Câmara dos Deputados e um terço do senado.

As legislativas a meio do mandato podem custar a maioria no Congresso aos peronistas e dificultar a tarefa da presidente Cristina Fernandez. Nestor Kichner é um dos candidatos e o seu objectivo é reforçar o governo da mulher, a braços com uma queda de popularidade devido à crise económica que afecta o país. Durante a campanha o ex-presidente avisou que se a população não os apoiar o país pode regressar ao caos que marcou os anos 2001 e 2002. Num país com mais de quarenta milhões de habitantes, seis milhões vivem no limiar da pobreza. A campanha ficou marcada por acusações mútuas de incapacidade e falta de sentido político entre Kichner e o principal rival, o empresário e peronista dissidente Francisco de Narváez.