Última hora

Última hora

Paris e Bruxelas exigem explicações à Yemenia Airlines

Em leitura:

Paris e Bruxelas exigem explicações à Yemenia Airlines

Tamanho do texto Aa Aa

A companhia aérea iemenita enfrenta a ira dos comorianos residentes em França e é questionada por Paris e Bruxelas.

No aeroporto Charles de Gaulle, na capital francesa, um grupo de comorianos organizou um protesto para denunciar a falta de segurança dos aviões da Yemenia Airlines, e tentou bloquear um voo com destino às Comores. Um dos participantes da manifestação sublinha que “é preciso boicotar” a transportadora iemenita, que acusa de ser responsável pelas mortes dos passageiros. A Comissão Europeia exigiu à Yemenia Airlines que compareça em Bruxelas para explicar o acidente. O trajecto Paris-Marselha-Sanaa foi efectuado num Airbus A330. Os passageiros foram depois transferidos para outro avião em direcção a Moroni, um A310 proíbido em solo francês devido a defeitos detectados em 2007. Paris exige explicações e Bruxelas quer garantias de que a companhia iemenita vai corrigir deficiências na manutenção dos aviões, sob pena de se ver proibida de operar na União Europeia.