Última hora

Última hora

A330 embateu no mar com "grande velocidade vertical"

Em leitura:

A330 embateu no mar com "grande velocidade vertical"

Tamanho do texto Aa Aa

O Airbus a330 da Airfrance que se despenhou no oceano atlântico não se terá desintegrado durante o voo, há indícios de que embateu no mar com uma grande velocidade vertical. Esta foi uma das conclusões apresentadas no primeiro relatório do Departamento de Inquéritos e Analises francês que investiga o que esteve na origem da queda do aparelho.

O responsável pelas investigações fez referência às sondas de velocidade e às medidas incoerentes indicadas nas mensagens automáticas transmitidas pelo avião mas Alain Brouillard sublinhou que os dados das sondas são um elemento e não a causa da tragédia. A queda do avião aconteceu há um mês, que é também a autonomia estimada das caixas negras para emitirem o sinal de localização. As autoridades brasileiras decidiram terminar com as buscas no dia 27, ao passo que a França mantém ainda um importante dispositivo de busca no local que se deverá prolongar até ao dia 10. No desastre 228 pessoas perderam a vida.