Última hora

Última hora

Marines conquistam distrito em mega-operação no Afeganistão

Em leitura:

Marines conquistam distrito em mega-operação no Afeganistão

Tamanho do texto Aa Aa

A mega-operação militar norte-americana na província afegã de Helmand, bastião dos Talibãs, deu os primeiros frutos.

Marines apoiados por forças afegãs assumiram o controlo do distrito de Khanishin, no sul da província, praticamente sem resistência dos insurgentes. No primeiro dia da operação apenas se registaram confrontos isolados embora os Talibãs tenham prometido mobilizar milhares de combatentes contra a ofensiva. Ontem, dois soldados britânicos perderam a vida numa explosão perto de Lashkar Gah, durante uma acção relacionada com o assalto norte-americano. A Operação Khanjar é crucial para a nova estratégia da administração Obama no Afeganistão. O vale de Helmand é o principal foco de insurgência talibã e Washington pretende assumir rapidamente o controlo da região. Para tal, os Estados Unidos enviaram 4000 marines para a província, apoiados por 650 elementos das forças afegãs; 8500 dos mais de 28 mil soldados norte-americanos no Afeganistão encontram-se na província de Helmand, onde está também a maioria dos mais de 8000 soldados britânicos, principal força europeia das tropas aliadas. As forças afegãs integram perto de 90 mil homens que, junto com o contingente internacional, contarão até ao fim do ano com um reforço de 30 mil soldados norte-americanos. A luta contra os Talibã é prioritária para Washington, a um mês e meio das presidenciais afegãs e face ao recrudescimento da violência. O Paquistão, por seu lado, anunciou o reforço do controlo da fronteira com Helmand, para evitar a fuga de talibãs para o seu território.