Última hora

Última hora

Sobrevivente do A-310 da Yemenia Airlines de regresso a França

Em leitura:

Sobrevivente do A-310 da Yemenia Airlines de regresso a França

Tamanho do texto Aa Aa

A única sobrevivente do acidente aéreo ao largo das Ilhas Comores está a caminho de Paris para reencontrar o pai.

Bahia Bakari terá sido projectada do Airbus da Yemenia Airlines e esteve 13 horas à deriva no Oceano Índico, agarrada a um destroço do avião, até ser resgatada. A jovem de 14 anos, deixou o aeroporto de Maroni esta quarta-feira à noite, a bordo do avião fretado pela secretaria de Estado francesa para a Cooperação. A adolescente viajava com a mãe. Tinham deixado Paris na segunda feira à noite para visitar a família nas Ilhas Comores. Bahia Bakari relatou que sentiu uma “espécie de electricidade” antes da queda do avião e que apenas se lembra de ouvir gritos dos outros passageiros. A jovem, que provavelmente perdeu a mãe, junta-se ao pai, nos arredores de Paris. Kassim Bakari não perde a esperança de voltar a ver a mulher. Acredita que o salvamento da filha “não foi um milagre”, uma palavra que considera muito forte, mas sim “o que o destino lhe tinha reservado”. A adolescente sofreu uma fractura na clavícula e queimaduras por todo o corpo e vai continuar em observação num hospital da capital francesa.