Última hora

Última hora

Portugal:Manuel Pinho demite-se na sequência de gesto polémico

Em leitura:

Portugal:Manuel Pinho demite-se na sequência de gesto polémico

Tamanho do texto Aa Aa

O gesto polémico de Manuel Pinho no debate do Estado da Nação ditou a saída do ministro da Economia do governo.

Os dedos na cabeça eram apontados a Bernardino Soares, líder da bancada comunista. Poucas horas depois, Manuel Pinho apresentou a demissão. José Sócrates aceitou-a e pediu desculpas à Assembleia da República pelo desaire do ministro. O independente do executivo socialista justificou-se ao dizer que se sentiu atingido na sua honra quando o deputado Bernardino Soares “estava a fazer graçolas” sobre a questão dos postos de trabalho dos mineiros de Aljustrel, um tema que lhe é muito grato. À frente da pasta da Economia fica agora Teixeira dos Santos, ministro das Finanças.