Última hora

Última hora

Yemenia Airlines suspende voos de Marselha

Em leitura:

Yemenia Airlines suspende voos de Marselha

Tamanho do texto Aa Aa

A Yemenia Airlines suspendeu todos os voos com partida e chegada a Marselha por tempo indeterminado, três dias depois do acidente com o Airbus A-310 da companhia aérea ao largo das Ilhas Comores.

A decisão foi acolhida com agrado pelas centenas de comorianos, que nos últimos dias não arredaram pé do aeroporto da cidade francesa. A União Europeia estima que a segurança aérea não se pode restringir a um nível regional e ameaça colocar a Yemenia numa nova lista lista negra mundial de companhias perigosas. A única sobrevivente do acidente está hospitalizada em Paris a recuperar de uma fractura da clavícula e algumas queimaduras. Bahia Bakari perdeu a mãe, que também viajava no voo 626. Na capital francesa, a adolescente de 14 anos reencontrou o pai. Ao largo das ilhas Comores continuam as buscas, sem grandes esperanças de resgatar os restantes 152 ocupantes do avião. Meios navais e aéreos franceses e norte-americanos ainda não encontraram as caixas negras do aparelho, que podem estar a mais de 500 metros de profundidade. Na capital francesa, o presidente Nicolas Sarkozy assistiu a uma cerimónia inter-religiosa em memória das vítimas do acidente na Grande Mesquita de Paris.