Última hora

Última hora

Antigo monarca búlgaro Siméon II fora do parlamento

Em leitura:

Antigo monarca búlgaro Siméon II fora do parlamento

Tamanho do texto Aa Aa

O partido de centro direita búlgaro começou a sondar um parceiro de coligação para formar Governo esta segunda-feira.

A formação liderada pelo presidente da Câmara de Sófia, Boko Borissov, não conseguiu uma maioria clara nas legislativas de domingo. Borissov tem como prioridade o combate à corrupção e à crise que afectam a Bulgária para que o país recupere o apoio monetário da UE. “Eu garanto que vou fazer todo o possível para fazer os fundo europeus retornarem à Bulgária. O gabinete do procurador tem que defendê-los. é preciso fazer as emendas no sistema judicial exigidas pela UE. Eles têm de resolver os problemas do sistema judicial para que a Bulgária não receba mais relatórios negativos”, disse. Contada a maioria dos votos, o GERB, o partido popular europeu, liderava com 39.7% equivalentes a 116 lugares do parlamento de 240 deputados. Seguia-se o partido socialista do primeiro-ministro-cessante Serguei Stanichev com 17,7 por cento. Na terceira posição aparecem os liberais e parceiros governamentais do partido liberal MDL, de minoria turca, com 14,47 %. Um dos grandes derrotados das eleições de domingo foi o antigo monarca búlgaro Siméon II que viu o seu partido ficar aquém dos 4% de votos, necessários para permanecer no parlamento. O ex rei de 72 anos apresentou demissão da direção do MNSP, o movimento nacional de estabilidade e progresso.