Última hora

Última hora

EUA e Rússia prestes a renovar acordo de não proliferação

Em leitura:

EUA e Rússia prestes a renovar acordo de não proliferação

Tamanho do texto Aa Aa

A visita de Barack Obama à Rússia deverá culminar na assinatura de um acordo que substitua o tratado Start assinado em 1991 e que limita o número de mísseis de longo alcance de ambos os lados.

Para além da redução dos respectivos arsenais, Washington também procura o apoio de Moscovo na abordagem aos desafios nucleares iraniano e norte-coreano. De entre os obstáculos a um eventual entendimento destaca-se um dos maiores motivos de tensão entre os dois países nos últimos meses: O escudo antimíssil norte-americano projectado para o leste europeu. Por outro lado, os Estados Unidos esperam que a Rússia dê luz verde à abertura de corredores em território russo que facilitem a passagem de abastecimento às tropas estacionadas no Afeganistão. Finalmente, a Casa Branca e o Kremlin devem ainda procurar um consenso no que toca ao alargamento da NATO aos países de Leste, um assunto que muito tem contribuído para o aumento da crispação por parte da diplomacia russa.