Última hora

Última hora

Khadafi justifica imigração clandestina face à "pilhagem de Àfrica"

Em leitura:

Khadafi justifica imigração clandestina face à "pilhagem de Àfrica"

Tamanho do texto Aa Aa

O Líder líbio mostra-se céptico quanto aos resultados da cimeira do G8 que se inicia amanhã em Itália.

Em cima da mesa vai estar uma vez mais a questão da ajuda aos países pobres em plena crise económica. Entrevistado em Tripoli, Muhammar Khadaffi, considera que o convite de Roma para que participe na reunião é um passo importante para normalizar as relações entre a Líbia e a Europa, abaladas pela questão da vaga de imigração clandestina proveniente do Norte de Àfrica. Para Khadaffi a pobreza em Àfrica continua a motivar esta vaga de imigração. “Os africanos sentem que as suas riquezas foram pilhadas e é por isso que atravessam o mediterrâneo. Para eles trabalhar na Europa é um direito, uma vez que a Europa beneficiou das riquezas africanas”. Na entrevista, difundida na íntegra a partir das 20:45h, na Euronews, o líder líbio, recorre à mesma retórica para falar de progressos na liberdade no seu país e para apelar a uma união entre os povos árabes e africanos.