Última hora

Última hora

L'Aquila a postos para o G8

Em leitura:

L'Aquila a postos para o G8

Tamanho do texto Aa Aa

Ultimam-se os preparativos para a cimeira do G8 em Itália.

Trabalha-se contra o relógio na devastada cidade de L’Aquila para que tudo esteja a postos para receber os líderes dos 8 países mais ricos do mundo entre quarta e sexta-feira. Como é habitual neste tipo de eventos, a segurança é uma prioridade. Um perímetro de segurança de 3 km foi instalado em torno do edifício militar, palco da reunião. Estão mobilizados cerca de 15 mil soldados e polícias, apoiados por aviões helicópteros e veículos militares. Em busca de apoio para a reconstrução, Sílvio Berlusconi vai passear com os outros líderes pelos escombros deixados pelo sismo, mas um terramoto mediático está em perspectiva com a publicação na abertura da cimeira de novas fotos comprometedoras do primeiro-ministro italiano durante as famosas festas. O frenesim em torno de L’Aquila nestes próximos dias é visto como positivo pela população já que vai atrair a atenção para a cidade e distrair os habitantes dos problemas do dia-a-dia, afirmava uma popular. Outra, espera que terminada a cimeira as pessoas não se esqueçam da cidade passados 2 dias. A economia global e estratégias para sair da crise; as mudanças climáticas; a segurança e protecção alimentar bem como o Irão ou a Coreia do Norte são temas que estão seguramente na agenda dos líderes do G8.