Última hora

Última hora

Presidente sul-coreano considera que G8 e G20 são complementares

Em leitura:

Presidente sul-coreano considera que G8 e G20 são complementares

Tamanho do texto Aa Aa

A partir de amanhã o debate sobre a crise económica e a luta contra o aquecimento global vai ser alargado dos líderes do G8 ao chamado G20.

Num momento em que vários países exigem uma discussão mais global, a Euronews entrevistou o presidente sul-coreano sobre a sua visão do futuro do G8, horas antes de partir para Itália. Lee Myung-bak considera que o G8 e o G20 são complementares. “São vários os desafios globais e penso que o G8 poderá não ser o local mais conveniente para debater todos os problemas que enfrentamos. É por isso que existe o G20 que integra o G8 mais as novas economias e os países emergentes, para que possam trabalhar em conjunto através da cooperação internacional para dar resposta aos problemas globais mais urgentes. Se me perguntar se penso que o G8 é obsoleto, repondo-lhe que não. Creio que tem uma responsabilidade que é única em si, ao mesmo tempo penso que o G20 tem mecanismos para contribuir para resolver os problemas globais”. Na entrevista, difundida na íntegra na quinta-feira, o líder sul-coreano afasta a possibilidade de uma intervenção militar contra a Coreia do Norte, um tema que vai ser abordado esta noite na cimeira do G8.