Última hora

Última hora

Retirada norte-americana inflama conflitos sectários no Iraque

Em leitura:

Retirada norte-americana inflama conflitos sectários no Iraque

Tamanho do texto Aa Aa

Os atentados multiplicam-se no Iraque, mais de uma semana após o fim do patrulhamento norte-americano nas cidades do país.

Vários ataques no Nordeste e na capital provocaram esta manhã pelo menos 41 mortos e mais de oitenta feridos. A acção mais mortífera dos ultimos dias registou-se em Tal Afar, onde pelo menos 34 pessoas morreram e 60 ficaram feridas, na sequência de um duplo atentado suicida nas imediações do tribunal local. A saída de cena dos norte-americanos parece reacender os conflitos entre curdos que reclamam o controlo da região e a população árabe sunita. Na capital, Bagdade, reacendem-se também os ataques contra a população xiita. Duas bombas explodiram esta manhã num mercado do bairro de Sadr City, de maioria xiita, causando a morte de sete pessoas e ferindo outras vinte. Um outro ataque visou o veículo que transportava esta manhã o governador do banco central iraquiano, Sinan al Shabibi, no bairro Karrada, tambem de maioria xiita. O responsável escapou ileso à acção que feriu outras cinco pessoas. A retirada gradual do exército norte-americano ate 2011 é considerada um teste à capacidade do exército iraquiano em manter a segurança no país.