Última hora

Última hora

Protesto contra o G-8

Em leitura:

Protesto contra o G-8

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se, esta sexta-feira, no centro da cidade italiana de L’Aquila, contra a cimeira do G-8

A manifestação incorporou cidadãos da capital da região de Abruzzes e activistas anti-globalização. De acordo com a France Press, o protesto contou com 2000 a 3000 manifestantes. O desfile começou à mesma hora da conferência de imprensa, para apresentação dos resultados da cimeira. Uma manifestação que prtendeu ser pacífica, como disse um dos organizadores: “Queremos ir ao centro da L’Aquila para fazermos um cortejo pacífico e comunicativo, ao lado da população de L’Aquila”. Um manifestante anti-globalização chegou à cidade italiana, vindo de longe: “Eu sou do sul de Tyrol e estou aqui para protestar de novo contra a arrogância, a globalização, dos estados do G8 que não respeitam os pequenos países em desenvolvimento”. A manifestação foi vigiada por um ostensivo dispositivo de segurança. A concentração iniciou-se em Paganica, nos arredores da cidade, onde existe um grande acampamento de refugiados, vítimas do sismo que devastou a região, a 6 de Abril. Daqui, os manifestantes partiram para aquilo que as autoridades designaram de zona vermelha, aquela onde se reuniram os lideres do G8.