Última hora

Última hora

Milhares de pessoas comemoram massacre de Srebrenica na Bósnia

Em leitura:

Milhares de pessoas comemoram massacre de Srebrenica na Bósnia

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas juntaram-se em Srebrenica, no leste da Bósnia, para assinalar o massacre de 1995.

Foram disponibilizados 160 autocarros para transportar os participantes para o memorial de Potocari. Durante a cerimónia, foram enterrados os restos mortais de 543 vítimas identificadas. Desde a inauguração do memorial em 2003 foram enterradas cerca de 3200 pessoas. Há catorze anos as forças sérvias da Bósnia mataram oito mil muçulmanos, o pior massacre desde a Segunda Guerra Mundial. Ratko Mladic, o antigo chefe militar das forças sérvias na Bósnia que é acusado de crimes de guerra e contra a humanidade continua em fuga. O ex-chefe político dos sérvios da Bósnia, Radovan Karadzic, foi detido em Julho de 2008 depois de ter estado escondido durante treze anos. O massacre de Srebrenica foi qualificado de genocídio pelo Tribunal Internacional de Justiça. Mas a questão não é consensual na Bósnia, que se encontra dividida em duas entidades, uma sérvia outra croata-muçulmana, desde o fim da guerra de 1993-95. Os deputados sérvios da Bósnia bloquearam um projecto-lei que visava instaurar um dia de comemoração do massacre em todo o país. O primeiro-ministro da Sérvia, Mirko Cvetkovic, considerou que o julgamento dos responsáveis pelo massacre é uma condição prévia à reconciliação da região.