Última hora

Última hora

Promessa de 20 mil milhões de dólares para os países pobres no fecho da cimeira do G8

Em leitura:

Promessa de 20 mil milhões de dólares para os países pobres no fecho da cimeira do G8

Tamanho do texto Aa Aa

A África centrou atenções no último dia da cimeira do G8, alargada às grandes nações emergentes e vários países africanos.

Os chefes de Estado e de Governo reunidos em L’Aquila, na Itália, comprometeram-se com a mobilização de 20 mil milhões de dólares, nos próximos três anos, para combater a fome e garantir a segurança alimentar nos países pobres, concretamente através de ajudas ao desenvolvimento agrícola. As nações africanas sublinharam, por seu lado, o incumprimento de promessas anteriores feitas pelo G8. Apesar da concordância na recuperação económica, os três dias da cimeira não chegaram para comprometer as nações emergentes com a redução de emissões poluentes, mas o presidente norte-americano sublinhou que foi “criado um impulso significativo para as negociações de Copenhaga” em Dezembro. O encontro do G8 contou com as habituais manifestações antiglobalização que contaram, desta vez, com habitantes da localidade italiana desalojados pelo sismo que fez trezentos mortos em Abril. Entre os protestos, várias organizações ambientalistas criticaram a incapacidade dos líderes das principais economiais mundiais para alistar grandes poluidores como a China ou a Índia no compromisso de reduzir para metade as emissões de gases de efeito estufa até 2050.