Última hora

Última hora

Justiça alemã vai julgar John Demjanjuk por crimes nazis

Em leitura:

Justiça alemã vai julgar John Demjanjuk por crimes nazis

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal de Munique acusou formalmente John Demjanjuk de cumplicidade na morte de 28.000 judeus durante o holocausto nazi.

A decisão abre caminho ao julgamento do antigo guarda do campo de concentração de Sobibor, na Polónia, em 1943. O processo por crimes nazis, um dos últimos a realizar-se na Alemanhã, deverá iniciar-se no Outuno. Demjanjuk, de nacionalidade ucraniana, tinha sido extraditado dos Estados Unidos em Abril a pedido da justiça alemã. Segundo os juízes de Munique o suspeito faria parte de um grupo de 5 mil colaboradores estrangeiros, treinados pelo regime nazi em Trawniki na Polónia, para realizar massacres em regiões ocupadas. A conclusão do processo anuncia-se incerta. Demjanjuk tinha sido já condenado à pena perpétua em Israel nos anos oitenta, tendo sido absolvido devido a um erro de identificação. O arguido declara-se inocente, alegando ter sido um prisioneiro de guerra dos alemães no campo de Sobibor, enquanto ex-militar soviético. Desde o final da segunda guerra mundial cerca de 27 supostos colaboradores do regime nazi foram extraditados para a Alemanha, escapando na sua maioria a uma condenação por falta de provas. Até hoje países como Reino Unido ou Canadá nunca conseguiram condenar nenhum dos chamados “Trawniki”. A Alemanha espera agora poder inverter a situação depois dos médicos terem reconhecido no início do mês que Demjanjuk está apto para ser julgado.