Última hora

Última hora

Acidente aéreo no Irão pode ter sido causado por incêndio num reactor

Em leitura:

Acidente aéreo no Irão pode ter sido causado por incêndio num reactor

Tamanho do texto Aa Aa

A televisão iraniana difundiu as primeiras imagens do acidente aéreo ocorrido esta manhã no Norte do Irão, que vitimou as 168 pessoas que seguiam a bordo.

O aparalho, um Tupolev 154 da companhia iraniana Caspian Airlines, efectuava a ligação entre Teerão e a capital arménia, Erevan, quando se despenhou na região de Qazvin, 150km a Norte de Teerão. As autoridades iranianas afirmam que um incêndio ter-se-ia registado a bordo pouco antes do incidente, obrigando o piloto a ensaiar uma aterragem de emergência. Uma testemunha citada pelos media locais refere que na origem do incêndio poderia estar uma avaria no reactor esquerdo do avião. As equipas de salvamento continuam à procura das caixas negras do aparelho, o terceiro Tupolev a despenhar-se no Irão desde 2002. O sinistro volta a revelar o estado calamitoso da frota aérea iraniana, na sequência do embargo comercial imposto ao país pelos Estados Unidos desde o início dos anos oitenta. A União Europeia e vários países enviaram já mensagens de condolências ao regime iraniano. A bordo do aparelho seguiam 15 membros da tripulação e 147 passageiros, a maioria iranianos, assim como quatro arménios e dois georgianos.