Última hora

Em leitura:

Crescimento acelera na China


economia

Crescimento acelera na China

A economia da China está de melhor saúde. O crescimento do PIB acelerou no segundo trimestre do ano, dos 6,1% para os 7,9%, um valor muito próximo da meta de 8% fixada pelo governo de Pequim.

Esta aceleração deve-se, sobretudo, ao aumento dos empréstimos dos bancos aos particulares, o que está a estimular o consumo. O valor agora publicado está acima das previsões e faz antever uma boa recuperação da economia global, na qual a China tem tido um papel importante. Enquanto as principais economias do mundo ocidental estão mergulhadas na recessão, a China e outras economias emergentes mantêm-se no verde, o que está a dar algum sustento ao PIB global, que deve, no entanto, caír 1,4% este ano, segundo o FMI. Só no ano passado, a China representou um terço do crescimento mundial. Segundo os analistas, no próximo ano, o crescimento económico chinês pode voltar à marca dos 10%. As exportações estão agora a recuperar, depois de descidas na primeira metade do ano, motivadas pela recessão global. No entanto, o país continua a enfrentar dificuldades com a procura externa em queda e os lucros das empresas a caír.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Venda de carros sobe na Europa