Última hora

Última hora

Homenagem a Estemirova em Grozni

Em leitura:

Homenagem a Estemirova em Grozni

Tamanho do texto Aa Aa

Decorreu, em Grozni, uma homenagem a Natalia Estemirova. A cerimónia começou num monumento dedicado aos jornalistas assassinados, os participantes caminharam depois pela capital tchetchena.

Enquanto na Rússia este assassinato passa quase ao lado dos meios de comunicação, no ocidente surgem as primeiras imagens do local onde o corpo foi encontrado. A morte de Estemirova vem pôr em causa as políticas de Moscovo no Cáucaso mas sobretudo o governo tchetcheno. Já que esta activista estava a investigar casos de alegados raptos, tortura e homicídios cometidos por tropas destes dois países. Uma responsável pelos Repórteres Sem Fronteiras explica que Natalia tinha revelado há pouco tempo uma execução arbitrária numa povoação remota na Tchetchénia e que ela responsabilizada as forças de Kadyrov. Estemirova foi encontrada morta na república russa da Inguchétia, nove horas depois de ter sido raptada quando saía de casa, na Tchetchénia. Deixa uma filha adolescente.