Última hora

Última hora

Nokia prevê maus tempos

Em leitura:

Nokia prevê maus tempos

Tamanho do texto Aa Aa

A Nokia prevê, para o resto do ano, um lucro em queda e uma fatia de mercado também mais baixa que a prevista antes.

O grupo finlandês, número um mundial do fabrico de telemóveis, reviu em baixa as previsões para a segunda metade de 2009, por culpa da descida na procura. Quanto à fatia de mercado, deve manter-se igual à do ano passado, ao passo que antes se previa uma subida. Já o lucro do segundo trimestre está em alta ligeira. A Nokia mantém a posição de número um, mas tem sofrido uma concorrência cada vez maior de novos actores no mercado, como o iPhone da Apple. Já o número cinco do sector, o consórcio Sony-Ericsson, teve um prejuízo de 283 milhões de euros no segundo trimestre e prevê tempos difíceis para a segunda metade do ano. Em relação ao ano passado, as vendas baixaram 43%. Segundo o presidente, Dick Komiyama, o principal objectivo da Sony-Ericsson é regressar aos lucros.