Última hora

Última hora

Parlamento da Islândia diz sim à UE

Em leitura:

Parlamento da Islândia diz sim à UE

Tamanho do texto Aa Aa

Na Islândia o Parlamento aprovou a proposta de candidatura à União Europeia. A questão não era consensual e isso foi expresso nos votos. Uma votação renhida, 33 contra 28 membros do parlamento estiveram a favor, enquanto 2 se abstiveram.

Esta é a uma grande vitória para Johanna Sigurdardottir, a primeira-ministra islandesa que assumira este como um dos seus principais desafios. O ministro da Agricultura e Pescas, Jon Bjarnason, votou contra a proposta, apresentada pelo governo de coligação entre o Partido Social-Democrata e o Movimento Esquerda Verde. Agora o governo da Islândia vai pedir a Bruxelas a adesão. Se a candidatura for aceite, cabe aos eleitores locais pronunciarem-se em referendo. É intenção da primeira-ministra apresentar o pedido de adesão na reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da UE prevista para 27 de Julho. O governo vê a entrada na União Europeia como uma possível saída para a crise em que o país está mergulhado, o colapso do sistema financeiro mundial afectou a Islândia mais que qualquer outro país. Apesar da ajuda de dez mil milhões de dólares do MI, a Islândia deve ter, este ano, uma queda no PIB superior a 10%.