Última hora

Última hora

Islândia: Parlamento aprova candidatura à UE

Em leitura:

Islândia: Parlamento aprova candidatura à UE

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento islandês deu luz verde ao início das negociações para a adesão à União Europeia. A proposta de candidatura ao bloco europeu foi aprovada com 33 votos a favor, 28 contra, e duas abstenções.

Um dos votos contra pertenceu ao ministro da Agricultura e Pescas, sectores que devem ser o maior obstáculo do processo negocial. Isso mesmo prevê o Comissário Europeu para o Alargamento, Olli Rehn. “Assuntos como as pescas e a agricultura são sensíveis para a Islândia e para a União Europeia, mas a Islândia já aplica mais de dois terços da legislação. Portanto, cumpre muitos dos critérios necessários para ser membro da União, mas, sim, as negociações podem ser bastante difíceis”, explicou Rehn. A oposição realça o facto de a proposta ter sido aprovada por uma pequena margem e de não ter convencido alguns elementos do Movimento Esquerda Verde, que integra a coligação governamental. “O que eu acho que deve preocupar as pessoas é o facto desta maioria ter sido muito fraca e de os dois partidos que governam o país não estarem de acordo”, afirmou Bjarni Benediktsson. A crise forçou os islandeses a considerar possibilidade de aderir à União Europeia. A primeira-ministra Johanna Sigurdardottir quer apresentar o pedido de integração até ao final do mês. Mas a decisão final sobre a adesão vai precisar da aprovação dos islandeses, em referendo.