Última hora

Última hora

Mauritânia escolhe presidente

Em leitura:

Mauritânia escolhe presidente

Tamanho do texto Aa Aa

Os mauritanos vão às urnas este sábado para eleger um novo presidente.

Entre os favoritos está o general Mohamed Ould Abdel Aziz, antigo chefe da junta militar que em Abril renunciou ao poder e ao exército para poder candidatar-se à presidência.

Abdel Aziz tem como principais adversários Ahmed Ould Daddah, líder do maior partido da oposição e o coronel Ely Ould Mohamed, o autor de um golpe de estado em 2005 que entregou o poder aos civis dois anos depois. A Mauritânia é um país com um território extenso que faz a ligação entre o Magrebe e a África sub-saariana e uma população votante de 1 milhão e duzentos mil eleitores. Segundo um analista: “O desafio económico é o retorno dos investimentos, o retorno da ajuda pública ao desenvolvimento para os níveis anteriores ao golpe de 6 de Agosto. Isto é, a Mauritânea tem que restabelecer relações depois da suspensão do Banco Mundial, com a União Europeia e outros doadores”. A transparência desta eleições é um factor chave para que a UE e a ONU reactivem os programas de ajuda ao país. Nenhuma das organizações vai enviar observadores mas a União Africana e a Liga Árabe vão ter no terreno cerca de 200 elementos para monitorizar o escrutínio.