Última hora

Última hora

Morreu o jornalista Walter Cronkite

Em leitura:

Morreu o jornalista Walter Cronkite

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu o homem mais fiável, da América. Walter Cronkite, jornalista, apresentador do Jornal da Noite da CBS, onde se estreou,em 1962,com 45 anos.

Abandonou a função, em 1981, com 64. Chegou à televisão com 33 anos, depois de ter passado pelas agências Scripps-Howard e United Press. Cobriu a segunda guerra mundial e acompanhou o desembarque das tropas americanas, na Normandia. Com o fim da guerra, foi colocado em Moscovo, onde chefiou o escritório da United Press. Em 1950, entrou para a CBS, onde passou 12 anos como reporter, até chegar ao ecran. Gelou a América, ao noticiar a morte de John Kennedy e Martin Luther King. Mas também noticiou a morte de Richard Nixon, que o detestava, por causa do escândalo Watergate. Foi ele também que anunciou à América a chegada do primeiro homem, à Lua. No final da década de 60, foi crucial, na contestação à guerra do Vietnam. Em 1972, uma sondagem concluiu que Walter Cronkite era o homem que inspirava mais confiança, ao povo americano. “É impossível imaginar a CBS sem o Walter”, disse o presidente da companhia. Tinha 92 anos e as causas da morte são atribuídas aos problemas cardio-vasculares que o afectavam de há anos a esta parte.