Última hora

Última hora

Concerto para festejar Mandela

Em leitura:

Concerto para festejar Mandela

Tamanho do texto Aa Aa

Começa a ser uma tradição – o aniversário de Nelson Mandela foi assinalado com um concerto, desta vez, em Nova York.

O antigo presidente da África dio Sul, agora dedicado em exclusivo às causas humanitárias, completou 91 anos. Stevie Wonder foi o primeiro músico a cantar os parabéns a você. Morgan Freedman citou Peter Gabriel, para dizer que, se o mundo pudesse adoptar um pai, a escolha seria óbvia: “Como Peter Gabriel disse – se o mundo tivesse de escolher um pai, escolheira Nelson Mandela. Este homem extraordinário, com uma vida que priveligiou a partilha, o homem que homenageamos esta noite”. Nelson Mandela deixou uma mensagem, pedindo que o dia seja consagrado aos que mais precisam: “O dia de Mandekla não pode ser um feriado, mas um dia dedicado ao serviço. É isso que esperamos, que as pessoas façam, que dediquem este tempo a melhorar as condições, dentro da sua própria comunidade”. Juntaram-se vozes para festejar um exemplo de vida, consagrada ao bem comum. Carla Bruni associou-se ao britânico Dave Stewart e recriaram “Blowin in the Wind”, de Bob Dylan. Na plateia, Nicolas Sarkozy aplaudiu a mulher e celebrou Mandela. Aretha Franklin, uma legenda da soul music cantou, com Josh Groban. O final, naturalmente, foi apoteótico e Stevie Wonder regressou ao palco para dar ordem a todas as vozes que cantaram por Nelson Mandela e pelas suas causas.