Última hora

Última hora

Estados Unidos acusam Al Jazira

Em leitura:

Estados Unidos acusam Al Jazira

Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades norte-americanas condenaram a exibição, pela cadeia de televisão Al Jazira, do video, onde um soldado americano, refém dos taliban, pede para regressar a casa.

O soldado, cuja identidade já foi reconhecida pelos Estados Unidos, pede igualmente a retirada das tropas da Nato, do Afganistão. Um porta-voz militar já reagiu: “Estão a exigir que paremos de procurar o soldado e, basicamente, a dizerem que gostariam que regressássemos a casa, o que de facto não vai acontecer. Estamos aqui para ajudar o Governo afegão a impor segurança e ficaremos tanto tempo, quanto o povo afegão desejar ver-nos aqui”. O soldaod foi capturado, em Junho, na província de Paktika, no sudeste do país. Em quase oito anos de presença militar da Nato em território afegão, este foi o primeiro soldado capturado pelos taliban. O video tem uma duração de 28 minutos, durante os quais, um guerrilheiro exibe a farda do soldado, onde se pode ver a placa com o seu nome. O soldado diz, na gravação, que os Estados Unidos invadiram um país independente e um povo independente.