Última hora

Última hora

Estudantes e professores britânicos de quarentena em Pequim

Em leitura:

Estudantes e professores britânicos de quarentena em Pequim

Tamanho do texto Aa Aa

Um grupo de 52 estudantes e professores britânicos estão de quarentena em Pequim depois de 4 jovens terem sido hospitalizados com a gripe A.

Os britânicos têm circulação limitada ao hotel de 4 estrelas onde tinham a reservada marcada. Por telefone, um jovem conta a um jornalista o que se passa: “estão a tratar-nos muito bem. A comida é muito boa. Temos as nossas próprias televisões em quartos individuais e estamos com liberdade de movimentos. Não podemos sair da zona de quarentena, claro, e temos que, em todo caso, utilizar as máscaras de protecção”. A quarentena pode durar pelo menos uma semana. Os outros 4 jovens continuam hospitalizados numa unidade médica da capital chinesa mas fora de perigo. Os médicos confirmaram a infecção com o vírus H1N1. A acção das autoridades chinesas começou no aeroporto internacional de Pequim depois de terem detectado que as crianças apresentavam temperaturas bastante elevadas. Este é o segundo segundo caso do género. Vários estudantes espanhóis também foram colocados de quarentena face ao diagnóstico de gripe A num jovem. A pandemia já fez pelo menos 430 mortos em todo o mundo.