Última hora

Última hora

Mercado do leite degrada-se

Em leitura:

Mercado do leite degrada-se

Tamanho do texto Aa Aa

O mercado mundial do leite está a degradar-se e as ajudas comunitárias para os próximos dois anos são “extremamente limitadas” – adverte um relatório da Comissão Europeia.

O documento constata que os níveis de produção se mantém, enquanto a procura mundial está em queda livre. Prova disso, a redução do número de pedidos de certificados da exportação. Tudo isto, justifica o descontentamento dos produtores que se têm manifestado constantemente. No dia da instalação do novo Parlamento Europeu, levaram o seu desagrado a Estrasburgo. A Comissão está a endereçar aos estados membros, as possíveis soluções. Por exemplo, admite uma ajuda pública dos governos nacionais, que não pode exceder os 15 mil euros, por exploração. A Comissão recusa qualquer alteração à eliminação progressiva do sistema de quotas de produção. Berlin e Paris e algumas associações de produtores, como a Federação Europeia do Leite, defendem uma redução de quotas, para equilibrar a oferta e a procura. Bruxelas recusa e deve tormar posição pública sobre a matéria, na próxima quarta-feira. Fora de questão está também um aumento dos preços de intervenção no mercado. A Comissão promete atenção redobrada à actuação dos grandes canais de distribuição. Há suspeitas de cartelização de preços, com o prejuízo do consumidor final e a violação da lei da concorrência.