Última hora

Última hora

Moldavos votam em eleições antecipadas para resolver crise política

Em leitura:

Moldavos votam em eleições antecipadas para resolver crise política

Tamanho do texto Aa Aa

Os moldavos votam hoje em legislativas antecipadas que pretendem pôr fim ao impasse político entre os comunistas no poder e a oposição pró-ocidental. O Partido Comunista deverá, segundo as sondagens, manter-se como a principal formação no Parlamento mas, desde as eleições de Abril desceu de 50 para 30 por cento nas intenções de voto.

O escrutínio foi provocado pela dissolução, a 15 de Junho, da assembleia, devido à falta de acordo sobre a eleição de um sucessor para o presidente comunista Vladimir Voronine, defensor de uma “parceria estratégica” com a Rússia. A oposição liberal e liberal-democrata é creditada conjuntamente com 20 por cento dos votos. O Partido Democrata, por seu lado, pode recolher 10 por cento dos boletins e, segundo os analistas, oferecer a chave de uma futura coligação com os comunistas, com a condição de que Voronine abandone a política. Os resultados das eleições de 5 de Abril, que ofereceram a maioria ao comunistas, motivaram violentas manifestações de jovens, que assaltaram a presidência e a sede do Parlamento em Chisinau. Voronine acusou a vizinha Roménia de fomentar os distúrbios.