Última hora

Última hora

Desemprego alemão sobe menos que o esperado

Em leitura:

Desemprego alemão sobe menos que o esperado

Tamanho do texto Aa Aa

O desemprego alemão esteve a subir em Julho. Relativamwente ao mês passado, o país ganhou 52.000 novos desempregados, para os 3,46 milhões, com uma taxa de desemprego nos 8,2%.

Apesar do aumento, o número ficou abaixo das previsões e é uma boa notícia para o governo, numa altura em quer se aproximam as eleições. Para o director da Agência Federal para o Trbalho, Frank-Juergen Weise, este é mais um sinal de que o pior da crise pode já ter passado: “De uma forma geral, o impacto da crise no emprego é limitado. O uso de trabalho temporário ajuda a estabilizar o mercado de trabalho”. Para o governo, esta é uma vitória do modelo alemão: “Felizmente, a Alemanha é um Estado-providência, por isso os números do desemprego são mais baixos que noutros países. Tendo em conta o contexto económico difícil, os números de Julho são muito bons”. Em termos ajustados pelas variações sazonais, o desemprego esteve a baixar e a taxa de desemprego manteve-se estável, nos 8,3%. A queda no PIB deve ter abrandado no segundo trimestre. Os números vão ser publicados em Agosto. No total do ano, a quebra económica opde atingir os 6%.