Última hora

Última hora

Polícia espanhola descobre segunda bomba

Em leitura:

Polícia espanhola descobre segunda bomba

Tamanho do texto Aa Aa

A imprensa espanhola anunciou a descoberta de um segundo engenho explosivo em Palmanova, a localidade na ilha de Maiorca que esta tarde foi palco do mais recente atentado em Espanha atribuído à ETA.

Um carro armadilhado explodiu matando dois agentes da autoridade que se encontravam no interior. Nenhum dos agentes estava uniformizado mas ambos estavam de serviço. Segundo uma testemunha ocular, a viatura ficou completamente destruída. Os serviços médicos tentaram salvar alguém que se encontrava no interior mas não conseguiram. O atentado ocorreu cerca das duas da tarde próximo de uma praia de grande afluência turística. Nas proximidades encontra-se ainda o palácio dos monarcas espanhóis na ilha. O presidente do governo autónomo do País Basco, Patxi López e o seu conselheiro para o Interior, Rodolfo Ares, reagiram suspendendo as suas férias e anunciando a intenção de se deslocarem para a ilha. Isto poderá contudo ser difícil porque as autoridades já anunciaram o encerramento do aeroporto e dos portos a fim de evitar a fuga dos respoensáveis pelo atentado.