Última hora

Última hora

Ballet e fotografia sobre o gelo

Em leitura:

Ballet e fotografia sobre o gelo

Tamanho do texto Aa Aa

O glaciar Nigardsbreen, na Noruega, serviu de cenário para um impressionate workshop dirigdo pela mais famosa fotógrafa de dança: Lois Greenfield.

Durante o trabalho intenso, outros profissionais contactaram com os seus métodos, a nitidez das imagens, a escultural iluminação dos corpos em movimento. A disciplina foi exemplar, neste workshop dirigido pelo fotógrafo norueguês, Thomas Morel que, muitas vezes, duvidou da viabilidade do sonho. Também Lois Greenflied duvidou: “No meio de coisa nenhuma, no gelo, pensei para onde vamos com os bailarinos, com o estúdio, com o equipamento, com os estroboscópios! Depois, dsse, está bem, vamos ver”. Mas o promotor nunca perdeu a esperança: “Está tudo a correr bem, porque trabalhei muito e no duro. Não dormi muito, nos últimos 10 dias”. Profissionais do Ballet da Ópera da Noruega aceitararm o desafio de pousar, no maior glaciar da Europa. Sentem-se honrados com o convite para um trabalho extremamente duro, a uma temperatura completamente diferente da que enfrentam normalmente. “Ela é uma legenda. Estou bem e estou feliz por poder participar neste workshop, aqui, juntamente com ela” – diz um dos bailarinos. Lois Greenfield já trabalhou com as maiores companhias do mundo. Na Noruega, esta experiência desafia os limites, que a deixou feliz: “Foi como uma ideia que soa a grande, a gente pensa que é impossível. Mas aqui estou.No quinto dos cinco dias, estou muito feliz. Muito feliz por estar aqui”. Os fotografos fizeram imagens que vão ocupar um lugar de destaque nos seus porfólios. E perceberam como o gelo e a dança são compatíveis.