Última hora

Última hora

Governo nigeriano põe fim à rebelião islamita

Em leitura:

Governo nigeriano põe fim à rebelião islamita

Tamanho do texto Aa Aa

O exército nigeriano afirma ter esmagado a rebelião islamita no Norte do país, ao final de uma semana de violentos combates. O líder da chamada “seita talibã”, Mohamed Yusuf foi executado ontem numa esquadra de Maiduguri, horas depois do exército bombardear a cidade, bastião dos militantes. Segundo a polícia, Yusuf teria sido morto a tiro, depois de ter tentado escapar-se.

Os combates entre militantes e exército provocaram mais de 600 mortos, em quatro estados do Norte do país, depois da polícia ter acusado os membros da seita de prepararem um atentado contra uma esquadra de polícia. Os militantes que apelam à guerra santa contra o governo central defendem a aplicação da Sharia, a lei islâmica. A radicalização da minoria muçulmana está na origem de violentos confrontos com a população cristã desde Novembro . Uma tensão que reflecte a revolta contra o governo, acusado de desviar os lucros da exploração das jazidas de petróleo, as mais vastas do continente africano.