Última hora

Última hora

Khatami considera julgamento de contestatários iranianos uma farsa

Em leitura:

Khatami considera julgamento de contestatários iranianos uma farsa

Tamanho do texto Aa Aa

O julgamento dos manifestantes que contestaram a reeleição de Mahmoud Ahmadinejad está a gerar um coro de protestos por parte dos reformistas iranianos. O mega julgamento leva perante o tribunal revolucionário de Teerão alguns antigos altos funcionários iranianos mas também alguns colaboradores de Mir Houssein Moussavi.

O líder da oposição afirmou que os métodos utilizados pela justiça iraniana fazem lembrar “torturas da idade média” e acusa o Estado de promover um processo ilegal. Por seu lado, o antigo presidente Mohammad Khatami considerou que o julgamento é uma farsa. O ex-chefe de estado reformador denunciou através de uma página da internet e durante um encontro com deputados e outros responsáveis políticos que as circunstâncias em que o julgamento decorre violam a lei e os direitos dos cidadãos. Khatami sublinhou que nem os advogados nem os réus estavam ao corrente da data ou do conteúdo do processo. Apenas alguns meios de comunicação afectos ao regime têm acesso à sala de audiências, que está interdita ao resto da imprensa. A Justiça iraniana está a julgar cerca de uma centena de reformistas acusados pelo Governo da república islâmica de ameaçarem a segurança nacional como líderes dos protestos maciços ocorridos em Junho.